InícioNotíciaA Novo Nordisk e o lobby dos remédios para emagrecimento

A Novo Nordisk e o lobby dos remédios para emagrecimento

A Novo Nordisk NVO, da Dinamarca, é velha conhecida dos brasileiros. Teve papel central na política de insulina da gestão José Serra, no Ministério da Saúde, que levou à venda da Biobrás, uma tentativa brasileira de fabricar o produto. É uma história que ainda não foi suficientemente contada.

Depois, pelas maneiras que encontrou para burlar as restrições da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) através de matérias aparentemente pagas na revista Veja.

Hoje, no Wall Street Journal, há uma boa matéria sobre as tentativas de popularizar seus medicamentos contra a obesidade mercado dos EUA.

O Wall Street Journal relata que o rei da insulina Novo Nordisk está fazendo progressos constantes no mercado de obesidade difícil de quebrar com o Saxenda (liraglutido).

Vários grandes empregadores dos EUA agora cobrem o medicamento em seus planos médicos personalizados, apesar do alto custo (até US $ 1 mil / mês).

As vendas nos EUA no ano passado foram quase US $ 500 milhões, bem acima da previsão de US $ 250 milhões em 2020 de analistas quando o medicamento foi aprovado pelo FDA em 2014, tornando-o o mais vendido no mercado.

O Xenical (orlistato) da Roche, o Contrave da Currax Pharmaceuticals LLC (naltrexona HCl / bupropiona HCl) também competem.

Um dos principais obstáculos para os fabricantes de medicamentos é a opinião predominante dos médicos de que mudanças no estilo de vida, dieta e exercício são melhores opções. No entanto, o potencial é enorme. Cerca de 40% dos americanos adultos são considerados obesos, por exemplo, enquanto outros ~ 32% são considerados acima do peso.


https://jornalggn.com.br/

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES