sábado, maio 25, 2024
Início.ArtigoO Diabetes no Outubro Rosa

O Diabetes no Outubro Rosa

Muita gente não percebe, mas os dias passam mais depressa à medida que envelhecemos. O ano voou, e de repente já estamos no décimo mês deste ano, conhecido como Outubro Rosa. Este é o mês de alerta para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Atualmente, também é dada uma atenção especial para o câncer de colo do útero.

Um dos objetivos da campanha, além de conscientizar a população sobre essas doenças, é proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico, o que contribui diretamente para a redução da mortalidade causada por este mal.

Infelizmente, mulheres com diabetes também estão sujeitas a este tipo de câncer. Por isso, além de algumas medidas preventivas simples de serem tomadas, como a palpação, quem é diabética também precisa tomar cuidados extras para poder chegar plena no novembro azul.

Durante a palpação, a mulher deverá passar os três dedos centrais da mão suavemente, em movimentos circulares no seio, com o objetivo de verificar se existe alterações não explicáveis em sua anatomia.

Quem tem diabetes, pode aproveitar a dica e fazer o mesmo movimento na sola dos pés. Sentada em uma cadeira com as pernas cruzadas, poderá deslizar as mãos pelos pés a fim de constatar se está sentindo-o por inteiro. Ao mesmo tempo, deve fazer movimentos circulares a procura de qualquer irregularidade na superfície da pele. Repete o processo usando a mão contrária no outro pé.

Para quem não sabe, o diabetes é o maior responsável pela amputação dos membros inferiores, sem distinguir o gênero da pessoa. Na maioria das vezes é devido às feridas diabéticas que não costumam ser sentidas ou observadas enquanto minúsculas, tal qual um pequeno caroço que dá início ao câncer de mama.

Ao término da palpação, a mulher deve pressionar os mamilos delicadamente para observar se existe a saída de qualquer líquido. Em caso positivo, recomenda-se procurar um médico. O mesmo conselho também é válido ao se fazer o exame dos pés. Procure um médico se reparar em algo que não sabe o que é.

O lado positivo de tudo é que esses procedimentos são fáceis de fazer. Podem e devem ser feitos ao menos uma vez por mês para prevenir problemas desagradáveis, no caso de algo ser ignorado. Ou seja, a mulher diabética tem um trabalho dobrado, mas não deixa de ser por uma boa causa.

Independentemente da cor da campanha de conscientização, o mais importante é se cuidar. Praticar uma atividade física regularmente, manter o peso corporal adequado e alimentar-se de forma saudável não é nada fácil, mas são três recomendações que previnem não só a maioria das doenças, como também as complicações para aqueles que já possuem alguma condição.

 

Raquel Limonge – Psicóloga e editora do TiaBeth.com. DM1 desde 1983.

RELATED ARTICLES

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES