quinta-feira, abril 18, 2024
Início.SaúdeCanela: veja os benefícios da especiaria para a saúde

Canela: veja os benefícios da especiaria para a saúde

A canela é uma das especiarias mais populares, por ter um sabor adocicado. Pode ser consumida sob a forma de chá, com frutas, no mingau e com outros diversos alimentos. E, além do gostinho especial, ela também pode trazer diversos benefícios ao corpo.

A canela é fonte de compostos bioativos, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, além de conter eugenol, que também age contra inflamações. “É uma especiaria capaz de trazer diversos benefícios para o funcionamento do organismo. Os estudos sugerem que a canela ajuda a aumentar o número de células adiposas marrom, que tem como principal característica regular a produção de calor, ajudando a aumentar o gasto energético. Ela também contribuiu para o controle do apetite e consequentemente para a diminuição do peso corporal”, explica a nutricionista Caroline Ribeiro.

A profissional conta que o consumo adequado da canela, associado a uma alimentação equilibrada e a prática de atividade física, pode contribuir para a redução dos fatores de risco para a síndrome metabólica, contribuindo para a redução da circunferência da cintura, e a diminuição da pressão arterial. “Além da diminuição da glicemia de jejum, a redução dos níveis de triglicerídeos, dos níveis de colesterol total e do LDL, o ‘colesterol ruim'”. Além disso, a especiaria pode ser uma aliada ao tratamento da saúde da mulher, ajudando na regulação do ciclo menstrual, diminuindo os sintomas da TPM, de dores e da cólica.


“A canela é rica em flavonóides, catequinas e outros compostos fenólicos que conseguem inibir os radicais livres presentes no organismo, diminuindo a inflamação e fatores de risco para doenças crônicas”
Caroline Ribeiro

Alimento Versátil 

A nutricionista Dalyla Formagine diz que a especiaria conta com propriedades benéficas para saúde, como o poder de melhorar a glicemia, que é açúcar no sangue, auxiliando no tratamento de diabetes, da síndrome metabólica e da resistência insulínica. “Além desses benefícios, também possuiu ação antimicrobiana, antioxidante e anti-inflamatória, sendo um potente alimento para fazer parte da nossa rotina alimentar”.

A profissional diz que é um alimento muito versátil, podendo ser utilizado em pó, em pau, como suplemento em cápsulas e até como óleo essencial. “Por possuir um sabor agradável, é possível utilizar a canela diariamente no formato de chás, polvilhada em cima de frutas como banana, no café, no leite, no mingau de aveia e até em preparações como bolos e panquecas”, diz Dalyla Formagine. Ao comprar o produto, é preciso se atentar a composição apresentada no rótulo. “É importante que o alimento seja puro, ou seja, na lista de ingredientes deve vir escrito somente canela”, diz a nutricionista.

A especiaria também é benéfica para problemas no estômago. “Existe uma substância chamada cinamaldeído que ajuda a melhorar a digestão, o que acaba contribuindo para tratar a diarreia, os enjoos e as náuseas”, conta Caroline Ribeiro.

Para obter os benefícios da canela, o consumo diário deve ser em torno de 1 a 6 gramas ao dia, correspondendo a três colheres de chá de canela em pó. “O consumo é considerado seguro quando ingerida em doses inferiores a 6 gramas. Em altas doses, por tempo prolongado pode lesar a mucosa gástrica. Existe uma espécie de canela (Cinnamomum cassia), que possui alto teor de cumarinas, o que poderia levar a uma hepatotoxicidade se consumida em excesso, em especial o seu óleo essencial. O excesso no consumo de chá de canela pode trazer desconforto gastrointestinal, causando náuseas e enjoos. É importante lembrar que o uso de chá de canela é contraindicado para mulheres gravidas”, diz Caroline Ribeiro.

Ela se torna uma ótima alternativa para trazer mais sabor aos alimentos. Para pessoas com dificuldade em largar o açúcar do café por exemplo, incluir a canela em pó no café puro, pode aumentar a palatabilidade e aceitação da bebida sem precisar adoçar. “A canela em pó também pode ser usada para temperar frutas, sejam elas cruas ou assadas, no mingau e em diversas preparações. E na preparação de chás, que podemos acrescentar também com outras especiarias”, finaliza Caroline Ribeiro.

 

https://www.agazeta.com.br/

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES